OSB-SP faz primeira apresentação do ano a interessados em fazer parte da equipe de voluntários

A partir de agora, a palestra sobre o Observatório e seus projetos acontecerá todas as primeiras quintas-feiras de cada mês. Após o primeiro contato, os candidatos são encaminhados a eventos de formação específica 

Vice-presidente do OSB-SP, Gioia Tumbiolo Tosi, apresenta organização.

Nesta quinta-feira (07/02), o Observatório Social do Brasil – São Paulo (OSB-SP) realizou a primeira palestra de apresentação do ano para os interessados em se tornar voluntários do controle social do município. No encontro, que aconteceu na FECAP, Liberdade, Centro da capital, a vice-presidente do OSB-SP, Gioia Tumbiolo Tosi, explicou como funciona a ONG e cada projeto em andamento.

De acordo com Gioia, os dois projetos que mais chamaram a atenção foram os de Monitoramento de Licitações e Acompanhamento do Legislativo. “Os sete presentes ficaram muito motivados, principalmente com essas duas áreas de observação. Agora, eles serão encaminhados a eventos de formação específica do OSB-SP, para, posteriormente, integrarem-se às equipes de trabalho”, detalhou a vice-presidente.

Após o primeiro contato e entendendo melhor os projetos, os candidatos conseguem ter uma noção de em qual área de atuação do OSB-SP se adaptam mais. O gestor tributário Leandro De Camargo conheceu a ONG por meio do site de voluntários da Atados e por uma matéria no Jornal da Cultura. “Eu parabenizo o trabalho da organização, enfatizando a transparência e objetividade dos projetos apresentados pela vice-presidente do Observatório. Em especial, o projeto de ‘Capacitação de micro e pequenas empresas’, que as auxilia a ingressarem nas licitações públicas, tornando a “disputa” mais justa e concorrida”, destacou De Camargo.

Palestra todo mês 

A partir deste ano, todas as primeiras quintas-feiras de cada mês, haverá a apresentação do OSB-SP e seus projetos a interessados em participar do controle social do município de São Paulo como voluntário. Os encontros acontecem sempre no Campus da FECAP na Liberdade (Av. da Liberdade, 532) e as inscrições podem ser feitas pelo e-mail saopaulo.adm@osbrasil.org.br ou pelo telefone: (11) 3271-4228.

*Por: Redação OSB-SP

Observatório Social do Brasil – São Paulo participa do lançamento do Dia das Boas Ações

O DBA é o maior evento de voluntariado do mundo, mobilizando mais de 3 milhões de pessoas em mais de 70 países. No Brasil, é organizado pela ONG Atados e acontecerá no dia 6 de abril

Coordenadora do Dia das Boas Ações no Brasil, Nina Faria, apresenta detalhes do evento.

Nesta terça-feira (05/02), o Observatório Social do Brasil – São Paulo (OSB-SP) participou do lançamento do Dia das Boas Ações (DBA), maior evento de voluntariado do mundo. Em 2019, o DBA está em sua quarta edição no Brasil e, aqui, é realizado pela ONG Atados e produzido pela Muda Cultural. O encontro foi a primeira reunião de apresentação e preparo para o DBA e ocorreu na sede da Atados em Pinheiros, Zona Oeste da capital, com a presença de 20 ONGs.

Em São Paulo, o Dia das Boas Ações acontecerá no dia 6 de abril, centralizado no Parque do Ibirapuera, e contará com três palcos, apresentações artísticas e a Feira de ONGs, com 30 tendas em que as organizações divulgarão seu trabalho. A reunião desta terça-feira também preparou os participantes do DBA para a sequência do evento, que ocorrerá entre os dias 8 e 14 de abril e terá o nome de Semana Social, com diversas ações e oficinas em bairros espalhados pela capital.

O lançamento da mobilização em São Paulo foi apresentado pela coordenadora do Dia das Boas Ações no Brasil, Nina Faria, que detalhou as iniciativas do dia 6 de abril e da Semana Social. “Este encontro foi muito importante para marcarmos o início do DBA e apresentarmos todas as formas de participação das iniciativas sociais. Estão por vir novos encontros de desenvolvimento para que, juntos, possamos fortalecemos ainda mais o 3º setor”, afirmou. Segundo Nina, em 2019, o DBA deve ter a participação de 40 ONGs em São Paulo e pelo menos mais 40 no Rio de Janeiro, “fora ações orgânicas que sempre acabam acontecendo pela data em outras regiões.”

A representante do Observatório Social do Brasil – São Paulo, Bárbara Alcalde, ficou muito animada com o encontro na Atados. “Serviu para nos aproximarmos da organização, além de nos prepararmos não só para um, mas para dois grandes eventos de incentivo ao trabalho voluntariado na cidade de São Paulo, que são o Dia das Boas Ações propriamente dito e a Semana Social. Nos dois poderemos divulgar a importância do controle social”, destacou Bárbara. 

O Dia das Boas Ações 

O DBA começou em 2007, lançado pela ONG israelense Ruach Tova. A ideia foi da empresária e filantropa Shari Arison e, já no primeiro ano, teve 7 mil participantes. O objetivo era estimular pequenas ações e doações e, hoje, mobiliza mais de 3 milhões de pessoas em mais de 70 países pelo mundo. 

*Por: Redação OSB-SP, com informações da Atados