OSB-SP participa de capacitação de alunos para assistência contábil e fiscal à população de baixa renda

Paulo de Oliveira Abrahão durante capacitação na Derat (Foto: Divulgação)

No dia 19 de setembro, o presidente do Observatório Social do Brasil – São Paulo (OSB-SP), Paulo de Oliveira Abrahão, realizou a palestra “Cidadania fiscal na prática” para mais de 100 estudantes das faculdades Mackenzie, Fecap, São Judas, FMU, Anhanguera, Santana e Senac. A apresentação aconteceu na sede da Delegacia de Administração Tributária (Derat) na Consolação, Centro da capital, e fez parte de um curso do Núcleo de Apoio Fiscal e Contábil (NAF) da Receita Federal. O NAF, por meio de convênios com instituições de ensino superior, tem o objetivo de prestar assistência contábil e fiscal à população de baixa renda.

Para Abrahão, a falta do apoio destes estudantes e do NAF tornaria a vida dos contribuintes muito mais difícil. “O trabalho do NAF junto com alunos de faculdades é muito bonito e importante, pois auxilia pessoas de diversas comunidades em São Paulo e em todo o país a organizar e regularizar sua vida financeira ou abrir um pequeno empreendimento, o que pode fazer uma grande diferença na qualidade de vida delas”, comentou o presidente.

Dentre as orientações oferecidas aos contribuintes de menor poder aquisitivo, estão o auxílio para a resolução de pendências e trâmites fiscais e previdenciários, o esclarecimento de dúvidas sobre assuntos relacionados a declarações de imposto de renda, abertura de microempresas e cadastro de pessoas físicas. Com isso, um dos objetivos do NAF é, também, ajudar as universidades a formarem profissionais com comprometimento social.

Durante a capacitação, os analistas-tributários Dennis Shimizu e Nelson Yanasse, representantes do Derat, abordaram temas como a importância do NAF, como funciona a educação fiscal, de onde vem os recursos, para onde vão, orçamento público, carga tributária, renúncia fiscal, sonegação, Seguridade Social e Previdência Social.

*Por: Redação OSB-SP

Oito voluntários entram para nova equipe de gestão de pessoas do OSB-SP

Equipe do OSB-SP, Márcio Moreira e novos voluntários (Foto: Letticia Rey/OSB-SP)

No dia 25 de setembro, o pedagogo e vice-presidente do Instituto Clelia Angelon, Márcio Moreira, realizou uma dinâmica para aspirantes ao voluntariado de gestão de pessoas. Os oito voluntários participantes ingressaram na nova equipe de gestão de pessoas do Observatório Social do Brasil – São Paulo (OSB-SP), criada com o intuito de humanizar e aumentar ainda mais o desenvolvimento, a retenção e a motivação dos voluntários dos projetos de controle social da organização.

“Quem olha de fora uma instituição, muitas vezes não sabe a importância que os profissionais de gestão de pessoas têm. No OSB-SP, eles terão envolvimento com os coordenadores e voluntários de todos os projetos. Acabamos tendo a grata surpresa de um número maior do que esperávamos aparecer para o trabalho, e eles mostraram muito comprometimento e vontade, por isso chamamos todos para a equipe”, destacou a vice-presidente do OSB-SP, Helena Cardoso.

O encontro aconteceu no Campus Liberdade da Fecap e contou, ainda, com a participação da coordenadora de projetos do OSB-SP, Letticia Rey, e da Bárbara Alcalde e Tarsila Bento, do setor administrativo.

Da esq. para a direita: Helena Cardoso, Márcio Moreira e Bárbara Alcalde (Foto: Letticia Rey/OSB-SP)

Quem é Márcio Moreira?

Márcio Moreira se formou em Ciências Contábeis, mas poderia ter se graduado em Sonhos e Imaginação se este curso existisse. E foram justamente esses dois elementos que carrega no coração que o levaram a especializar-se em Jogos Cooperativos, Pedagogia Experiencial, Carta da Terra e Vivências com a Natureza. Defensor dos animais e ativista vegano, há 14 anos atua no terceiro setor em causas relacionadas aos direitos animais e questões socioambientais.

*Por: Redação OSB-SP