OSB-SP inicia 2020 com doze aspirantes ao voluntariado

Palestra de apresentação do OSB-SP (Foto: David Horeglad/OSB-SP)

Na última quinta-feira (06/02), doze aspirantes ao voluntariado do controle social assistiram a palestra inaugural de apresentação do Observatório Social do Brasil – São Paulo (OSB-SP) de 2020, primeiro passo para entrar na ONG. O encontro aconteceu na Fecap Liberdade, Centro da capital. Na etapa seguinte, a equipe de Recursos Humanos e de coordenadores direcionarão os voluntários para as capacitações dos projetos do OSB-SP de acordo com a identificação e currículo de cada um.

Segundo a vice-presidente do OSB-SP, Gioia Tumbiolo Tosi, que realizou a apresentação, “essa primeira turma do ano é muito interessada e participativa. E a novidade foi que alguns voluntários vieram para as vagas de marketing social”. Para o aspirante Rafael de Moura, a experiência que ele teve como funcionário público pode contribuir com o trabalho voluntário. “O que mais me motivou foram as formas que a ONG usa para fiscalizar o poder público”, comentou.

A palestra de apresentação do OSB-SP e de seus projetos acontece todos os mêses. Os interessados devem acompanhas as datas por meio da agenda em nosso site ou pelas postagens em nossas redes sociais. Todos os passos seguintes para a capacitação e trabalho voluntário na área do controle social serão informados pela equipe após a presença na palestra inicial.

Por: Redação OSB-SP

Rede Nossa São Paulo apresenta pesquisa “Viver em São Paulo: Qualidade de Vida” no Sesc Consolação

Segundo o levantamento, 57% dos paulistanos não participa da vida política do município. OSB-SP esteve presente no evento

Auditório do Sesc Consolação durante lançamento da pesquisa (Foto: David Horeglad/OSB-SP)

Na última quarta-feira (23/01), a Rede Nossa São Paulo (RNSP) apresentou a pesquisa “Viver em São Paulo: Qualidade de Vida” no Sesc Consolação, centro da capital. Dentre as informações destacadas, estão o quanto os paulistanos confiam nas instituições e o que pensam do prefeito e vereadores. Segundo o levantamento, 57% dos paulistanos não participa da vida política do município. O Observatório Social do Brasil – São Paulo (OSB-SP) participou do evento com a presença da vice-presidente da entidade, Gioia Tumbiolo Tosi.

“A percepção do paulistano é de que, gradativamente, tem melhorado a qualidade de vida em São Paulo. O que é preocupante, é saber que a população em geral desconfia das instituições, em especial da Câmara Municipal, apesar de não saber qual o seu papel. O trabalho do OSB-SP busca preencher, de certa maneira, esta lacuna, fornecendo informações à sociedade sobre o importante papel das instituições, e sobre a atuação, em específico nosso Legislativo”, salientou Gioia.

De acordo com a pesquisa, apenas 16% da população de São Paulo compartilha notícias sobre o município pelas redes sociais e 13% por aplicativos de mensagens. 9% é a parcela da sociedade que participa de manifestações, protestos ou passeatas de ruas. Sobre o Legislativo municipal, 91% das paulistanas e paulistanos não participaram de nenhuma atividade na Câmara nos últimos 12 meses e 63% não lembra em quem votou para vereador(a) nas eleições de 2016.

Clique aqui para conferir mais detalhes da pesquisa “Viver em São Paulo: Qualidade de Vida”.

O projeto de Monitoramento do Legislativo do OSB-SP divulgará os novos dados levantados sobre o atual mandato no final de abril. Confira aqui o que já foi apresentado pelo Observatório Social do Brasil – São Paulo sobre a Câmara Municipal até o momento.