OSB-SP entra para Banco de Tecnologias Sociais certificadas pela Fundação BB em 2019

Projeto Cuidando do Meu Bairro, uma parceria entre OSB-SP e o grupo de pesquisa Colab da USP, foi inscrito como tecnologia social no Prêmio Fundação Banco do Brasil de Tecnologia Social 2019 e receberá selo de certificação da comissão julgadora

O Observatório Social do Brasil São Paulo (OSB-SP) entrou para o Banco de Tecnologias Sociais (BTS) certificadas pela Fundação Banco do Brasil (FBB) com o Cuidando do Meu Bairro. O projeto foi um dos mais de 800 inscritos para o Prêmio FBB de Tecnologia Social 2019, que certificou 125 tecnologias para o BTS neste ano (confira aqui as tecnologias certificadas).

O Cuidando do Meu Bairro apresenta os gastos públicos em uma linguagem mais acessível, com o apoio de uma plataforma desenvolvida pelo grupo de pesquisa Colaboratório de Desenvolvimento e Participação (Colab) da Universidade de São Paulo (USP). O software criado indica a geolocalização de parte das despesas municipais, a atualização em tempo real dos dados e as alterações no status dos gastos de maneira objetiva e visual. Caso o cidadão encontre alguma falha ou dúvida, a plataforma oferece um meio de comunicação direto com a instituição responsável pelo recurso.

Além de manter a plataforma, o OSB-SP realiza, com especialistas do Colab, a capacitação para qualquer cidadão que queira utilizar o software ou se tornar um oficineiro e espalhar o uso da ferramenta pela cidade. “O Cuidando do Meu Bairro é um projeto que une controle social e tecnologia, além de reforçar a transparência dos gastos públicos. Outros observatórios sociais do Sistema OSB já nos procuraram com o intuito de levar a plataforma para suas cidades e este certificado é mais uma forma de divulgar uma ferramenta tão relevante para o cidadão”, explicou o presidente do OSB-SP, Paulo de Oliveira Abrahão.

A professora Gisele Craveiro, coordenadora do Colab, afirmou que os resultados dessa parceria entre o grupo de pesquisa e o OSB-SP a deixam muito contente. “Sermos reconhecidos por uma instituição tão séria e prestigiosa nesse prêmio de tecnologia social revela que o trabalho foi analisado e essa metodologia de acompanhamento dos gastos públicos é algo que tem muito valor e merece ser ampliada e fortalecida”, disse.

Prêmio Fundação do Banco do Brasil de Tecnologia Social

O PRÊMIO FUNDAÇÃO BANCO DO BRASIL DE TECNOLOGIA SOCIAL, criado em 2001, é o principal instrumento de identificação e certificação de tecnologias sociais que compõem o BANCO DE TECNOLOGIAS SOCIAIS – BTS.

Realizado a cada dois anos, o Prêmio tem por objetivo identificar, certificar, premiar e difundir tecnologias sociais já aplicadas e implementadas, que sejam efetivas na solução de questões relativas à alimentação, educação, energia, habitação, meio ambiente, recursos hídricos, renda e saúde.

*Por: Redação OSB-SP, com informações do site fbb.org.br

OSB-SP participa de capacitação de alunos para assistência contábil e fiscal à população de baixa renda

Paulo de Oliveira Abrahão durante capacitação na Derat (Foto: Divulgação)

No dia 19 de setembro, o presidente do Observatório Social do Brasil – São Paulo (OSB-SP), Paulo de Oliveira Abrahão, realizou a palestra “Cidadania fiscal na prática” para mais de 100 estudantes das faculdades Mackenzie, Fecap, São Judas, FMU, Anhanguera, Santana e Senac. A apresentação aconteceu na sede da Delegacia de Administração Tributária (Derat) na Consolação, Centro da capital, e fez parte de um curso do Núcleo de Apoio Fiscal e Contábil (NAF) da Receita Federal. O NAF, por meio de convênios com instituições de ensino superior, tem o objetivo de prestar assistência contábil e fiscal à população de baixa renda.

Para Abrahão, a falta do apoio destes estudantes e do NAF tornaria a vida dos contribuintes muito mais difícil. “O trabalho do NAF junto com alunos de faculdades é muito bonito e importante, pois auxilia pessoas de diversas comunidades em São Paulo e em todo o país a organizar e regularizar sua vida financeira ou abrir um pequeno empreendimento, o que pode fazer uma grande diferença na qualidade de vida delas”, comentou o presidente.

Dentre as orientações oferecidas aos contribuintes de menor poder aquisitivo, estão o auxílio para a resolução de pendências e trâmites fiscais e previdenciários, o esclarecimento de dúvidas sobre assuntos relacionados a declarações de imposto de renda, abertura de microempresas e cadastro de pessoas físicas. Com isso, um dos objetivos do NAF é, também, ajudar as universidades a formarem profissionais com comprometimento social.

Durante a capacitação, os analistas-tributários Dennis Shimizu e Nelson Yanasse, representantes do Derat, abordaram temas como a importância do NAF, como funciona a educação fiscal, de onde vem os recursos, para onde vão, orçamento público, carga tributária, renúncia fiscal, sonegação, Seguridade Social e Previdência Social.

*Por: Redação OSB-SP

Oito voluntários entram para nova equipe de gestão de pessoas do OSB-SP

Equipe do OSB-SP, Márcio Moreira e novos voluntários (Foto: Letticia Rey/OSB-SP)

No dia 25 de setembro, o pedagogo e vice-presidente do Instituto Clelia Angelon, Márcio Moreira, realizou uma dinâmica para aspirantes ao voluntariado de gestão de pessoas. Os oito voluntários participantes ingressaram na nova equipe de gestão de pessoas do Observatório Social do Brasil – São Paulo (OSB-SP), criada com o intuito de humanizar e aumentar ainda mais o desenvolvimento, a retenção e a motivação dos voluntários dos projetos de controle social da organização.

“Quem olha de fora uma instituição, muitas vezes não sabe a importância que os profissionais de gestão de pessoas têm. No OSB-SP, eles terão envolvimento com os coordenadores e voluntários de todos os projetos. Acabamos tendo a grata surpresa de um número maior do que esperávamos aparecer para o trabalho, e eles mostraram muito comprometimento e vontade, por isso chamamos todos para a equipe”, destacou a vice-presidente do OSB-SP, Helena Cardoso.

O encontro aconteceu no Campus Liberdade da Fecap e contou, ainda, com a participação da coordenadora de projetos do OSB-SP, Letticia Rey, e da Bárbara Alcalde e Tarsila Bento, do setor administrativo.

Da esq. para a direita: Helena Cardoso, Márcio Moreira e Bárbara Alcalde (Foto: Letticia Rey/OSB-SP)

Quem é Márcio Moreira?

Márcio Moreira se formou em Ciências Contábeis, mas poderia ter se graduado em Sonhos e Imaginação se este curso existisse. E foram justamente esses dois elementos que carrega no coração que o levaram a especializar-se em Jogos Cooperativos, Pedagogia Experiencial, Carta da Terra e Vivências com a Natureza. Defensor dos animais e ativista vegano, há 14 anos atua no terceiro setor em causas relacionadas aos direitos animais e questões socioambientais.

*Por: Redação OSB-SP

OSB-SP e Sindifisco renovam parceria por mais 1 ano

No dia 18 de setembro, o presidente do Observatório Social do Brasil – São Paulo (OSB-SP), Paulo de Oliveira Abrahão, e o presidente do Conselho Consultivo, Claudio A. M. Filippi, reuniram-se com o presidente da Delegacia Sindical de São Paulo da Sindifisco, auditor-fiscal Eric Hato, para estreitar e renovar a parceria entre as duas instituições por mais 12 meses.

“O Sindifisco é um dos nossos mantenedores mais antigos e é muito bom ver que eles acreditam e apoiam nosso trabalho, com essa união cada vez mais forte. Os auditores-fiscais prestam um serviço fundamental para a sociedade e conhecem a importância do trabalho em prol do controle social e da transparência”, salientou o presidente do Observatório.

No encontro, Abrahão apresentou as conquistas e trabalhos recentes do OSB-SP e o Sindifisco incluiu na parceria a divulgação da ONG em seus meios de comunicação interna.

*Por: Redação OSB-SP

Presidente do OSB-SP ministra oficina “Monitoramento de Licitações” no CRCSP

Presidente do OSB-SP, Paulo de Oliveira Abrahão, durante palestra na sede do Conselho Regional de Contabilidade de São Paulo (Foto: David Nascimento/OSB-SP)

No dia 13 de setembro, o presidente do Observatório Social do Brasil – São Paulo (OSB-SP), Paulo de Oliveira Abrahão, ministrou a oficina “Monitoramento de Licitações” no Conselho Regional de Contabilidade do Estado de São Paulo (CRCSP), em Higienópolis, Centro da capital. O evento foi organizado pela Comissão de Responsabilidade Social e inclusão de Cidadania Fiscal do CRCSP e teve o apoio do Programa de Voluntariado da Classe Contábil (PVCC).

Na oficina, Abrahão apresentou o OSB-SP e diversas formas de trabalhar com controle social e transparência a voluntários, profissionais e estudantes com cadastro no Conselho. “Esse é um público que, além de já ter experiência com trabalho voluntário, têm facilidade em lidar com temas como licitações públicas e, se reforçarem o OSB-SP, contribuirão bastante para o nosso trabalho”, disse.

*Por: Redação OSB-SP

OSB-SP é uma das 10 ONGS selecionadas para o Criadores de Atos

Primeiro encontro entre voluntários e ONGs, onde André Takara e Bárbara Alcalde, do OSB-SP, apresentaram o projeto Cuidando do Meu Bairro (Foto: Divulgação)

No dia 7 de setembro, quatro voluntários do programa Criadores de Atos, realizado pela Atados, escolheram o projeto Cuidando do Meu Bairro, do Observatório Social do Brasil – São Paulo (OSB-SP), para desenvolver um projeto de disseminação do controle social em um bairro da cidade usando o software desenvolvido pelo Colab da USP. Durante o encontro inicial, que ocorreu na sede da Atados em Pinheiros, Zona Oeste da capital, as ONGs selecionadas para o programa apresentaram seus projetos para que os voluntários pudessem escolher em qual deles gostariam de trabalhar.

O executivo aposentado da área financeira Antônio Barros, 60, é um dos voluntários que escolheu o projeto do OSB-SP. “Dentre as ideias apresentadas, a do Observatório me chamou mais a atenção, pois acredito que somente através do engajamento do cidadão junto ao poder público teremos a chance de melhorar os serviços prestados à população. Eu tenho como objetivo contribuir para que o cidadão possa se engajar cuidando do seu ‘redor’, contribuindo com o próximo e consigo mesmo”, afirmou Barros.

O bairro paulistano escolhido pelos voluntários para aplicação do projeto foi a Aclimação, na Zona Sul, e entidades como associações de moradores serão acionadas para auxiliarem com dados e necessidades da região. A ideia, segundo a vice-presidente do OSB-SP, Gioia Tumbiolo Tosi, é que a experiência com o Criadores de Atos permita levantar quais os empecilhos encontrados na utilização da plataforma do Cuidando do Meu Bairro pelo cidadão, além de trazer propostas de melhorias na ferramenta. Com isso, será possível aumentar a área de atuação do projeto Cuidando do Meu Bairro e delinear novas e objetivas linhas de trabalho para os próximos bairros escolhidos.

O voluntário do OSB-SP André Takara foi selecionado para ser o coordenador do projeto Cuidando do Meu Bairro dentro do Programa Criadores de Atos.

O que é o Criadores de Atos?

É um programa em que grupos de voluntários jovens são empoderados para desenvolver um projeto social, do começo ao fim, dentro de uma ONG, com a orientação da Atados em conjunto com a instituição escolhida para o trabalho.

*Por: Redação OSB-SP

OSB-SP participa de formação de conselheiros municipais de Guarulhos

Ciclo de Formação de Conselheiros Municipais é uma parceria entre a Escola de Governo do Estado de São Paulo (EGESP) e a Prefeitura Municipal de Guarulhos

Vice-presidente do OSB-SP, Gioia Tumbiolo, durante palestra (Foto: Bárbara Alcalde/OSB-SP)

A convite do Grupo de Educação Fiscal Estadual (GefeSP), o Observatório Social do Brasil – São Paulo (OSB-SP) participou do Ciclo de Formação de Conselheiros Municipais com a palestra “O que são conselhos de políticas públicas”, ministrada pela vice-presidente da organização, Gioia Tumbiolo Tosi, na Escola de Administração Pública Municipal (ESAP), em Guarulhos, na última terça-feira (03/09). A ação faz parte de um projeto do GefeSP que visa ampliar o desenvolvimento da cidadania por meio da formação de conselheiros municipais no Estado de São Paulo.

Gioia destacou a importância de trabalhar o tema controle social com um público que participa das decisões municipais de cidades da Grande São Paulo. “A atuação do OSB-SP em atividades de educação fiscal é um de seus eixos principais, na medida em que possibilita a disseminação de conceitos importantes ao incentivo do exercício do controle social, em especial junto ao público de conselheiros de políticas públicas”, disse.

Da esc. para a direita, a coordenadora do GefeSP,  Magda Wajcberg, a procurador Regina Tamami Hirose e a vice-presidente do OSB-SP, Gioia Tumbiolo (Foto: Bárbara Alcalde/OSB-SP)

O objetivo desta formação, segundo o GefeSP, é capacitar os conselheiros municipais de Guarulhos para que possam exercer seu papel nos Conselhos, por meio do acompanhamento e fiscalização cidadã das políticas públicas e da utilização de ferramentas de controle social, auxiliando a prefeitura na aplicação efetiva dos recursos públicos.

A coordenadora do GefeSP e diretora do Centro de Educação Fiscal do EGESP, Magda Wajcberg, e a procuradora da Fazenda Nacional em São Paulo, Regina Tamami Hirose, palestrantes do Ciclo de Formação de Conselheiros Municipais, também fazem parte do OSB-SP como membros do Conselho Consultivo.

Conselhos Municipais

Conselhos Municipais são espaços públicos onde a sociedade civil pode participar da administração pública. São órgãos consultivos para a Prefeitura, podendo propor e discutir alterações na implementação de políticas públicas, sempre com o olhar e opinião dos conselheiros, representantes da população local, normalmente com mandato de um ou dois anos. Cada município, por meio de sua lei orgânica, determina a quantidade e áreas de atuação de cada conselho, como saúde, educação e assistência social.

*Por: Redação OSB-SP

OSB-SP troca experiências com mais de 100 cidades no 10º Encontro Nacional dos Observatórios Sociais do Brasil

Representantes dos mais de 100 OSs e palestrantes do 10º ENOS (Foto: Anderson Nicoforenko/Comunicação OSB)

Neste domingo (25/08), o Observatório Social do Brasil – São Paulo (OSB-SP) participou do 10º Encontro Nacional de Observatórios Sociais do Brasil (ENOS), que contou com a presença de mais de 100 organizações locais do Sistema OSB. O evento aconteceu no Centro de Eventos da FIEP, em Curitiba (PR), com o tema “Somos 140 de um sistema só”.

A abertura ficou por conta do presidente do Observatório Social do Brasil (OSB), Ney Ribas, que salientou a importância da reunião e encontro presencial dos representantes de cada cidade. “É justamente o que tornou o OSB forte. É o momento da troca de experiências e consolidação da metodologia. O nosso objetivo agora é que, em cada cidade, cada um de nós busque as lideranças de seguimentos para tornar seu município, independentemente do tamanho, um fórum onde a sociedade se sinta representada”, disse.

Para isso, o ENOS contou com diversas exposições para orientar o alinhamento do Sistema OSB, como o “Código de Conduta”, a “Atuação dos OSBs junto aos órgãos observados” e a apresentação do novo manual de identidade visual da rede. Uma das grandes novidades foi a criação das Câmaras Temáticas, colegiados que oferecerão apoio técnico para Observatórios Sociais que não tenham em seu corpo profissionais ou especialistas necessários para colocar em prática determinados projetos. Cada Câmara Temática será organizada por um OS com ampla experiência em projetos do tema.

Para a coordenadora de projetos do OSB-SP, Letticia Rey, participar do 10º ENOS é o momento de fortalecer a rede. “Apesar de o Sistema OSB ser antigo, o OSB-SP é mais recente, então a gente precisa muito dessa integração. No entanto, nós temos muito a contribuir, porque São Paulo tem uma experiência, pelo tamanho da cidade, muito interessante de se compartilhar com os Observatórios de municípios pequenos, ao mesmo tempo que temos muito a ganhar com experiências que estão mais redondas dentro desses outros OSs, onde a gente consegue vislumbrar os processos finais de resultados que queremos trazer para a capital paulista”, afirmou Letticia.

À esquerda, a coordenadora de projetos do OSB-SP, Letticia Rey, em diálogo após o apresentação das Boas Práticas (Foto: David Nascimento/OSB-SP)

Boas Práticas

Vinte e oito Observatórios Sociais apresentaram seus vídeos para o 2º Concurso Boas Práticas 2019, criado para incentivar e divulgar as práticas de sucesso de cada município. As produções são submetidas a votação popular e os três trabalhos que tiverem recebido o maior número de curtidas serão premiados durante o 3º Congresso Pacto Pelo Brasil.

Os vídeos foram separados em cinco temas: “Monitoramento de Obras”, “Monitoramento de Poder Legislativo, Leis e Compliance”, “Melhoria em editais, acompanhamento de entregas”, “Educação Fiscal e Voluntariado” e “Monitoramento de Merenda e Saúde”. O vídeo do OSB-SP participou na área da Saúde, apresentando a avaliação de uma compra e da política pública de transparência de dados. O Projeto de Licitações do Observatório de São Paulo percebeu dificuldade de acesso à informações sobre o programa de automonitoramento glicêmico, além de falhas nos aparelhos,concorrência não ampla e falha na entrega de produtos. Confira o vídeo e vote aqui.

Observatório mais longe de SP

Um dos Observatórios Sociais presentes no 10º ENOS foi o OSB – Benjamin Constant, um município do interior do Amazonas de cerca de 40 mil habitantes. Geograficamente é o mais longe do OSB-SP, com quase 3,3 mil quilômetros de distância. Também é o mais distante da sede em Curitiba. “Se o voo fosse direto, seriam sete horas de voo. Só que a gente pega o avião em Tabatinga, na fronteira com a Colômbia, até Manaus. De Manaus vem para cá, então demora mais”, explicou o presidente da unidade local, José Cuesta.

O OSB – Benjamin Constant foi fundado em fevereiro de 2019 e é o primeiro do estado do Amazonas. “A gente pretende ser o projeto piloto da região para expandir essa ideia. E é um paradigma para mudar a cultura local. São Paulo, por exemplo, é uma coisa totalmente antagônica a nossa. Uma cidade tão pequena e isolada comparada a maior metrópole do Brasil, onde tudo parece mais organizado, o OSB tem parceria com universidades… E esses observatórios em rede são muito importantes. Se nós estivéssemos sozinhos, o OS já nasceria morto, pois o pessoal ia nos intimidar de todo jeito. Só que eles sabem por meio de nossas palestras que é um sistema forte, tem cidades grandes como Curitiba e a capital paulista”, destacou Cuesta.

ENOS

O Encontro Nacional de Observatórios Sociais do Brasil ocorre desde 2012 com o objetivo de reunir os dirigentes, técnicos e voluntários dos Observatórios Sociais para disseminar as boas práticas, aperfeiçoar a metodologia e discutir estratégias para expansão do Sistema OSB.

*Por: David Nascimento/OSB-SP

Foi dada a largada para o 2º Concurso Boas Práticas 2019 e o OSB-SP é um dos candidatos

Para ajudar São Paulo, basta entrar na página do vídeo no YouTube e dar um “joinha” na publicação. O resultado será divulgado no 3° Congresso Pacto pelo Brasil, no dia 28 de agosto

O vídeo “OSB-SP fiscaliza licitações da saúde”, produzido pelo Observatório Social do Brasil – São Paulo (OSB-SP), foi selecionado para o 2º Concurso Boas Práticas 2019 e já está disponível para a votação. Mais de 25 Observatórios Sociais do sistema estão na disputa. Vence aquele com o vídeo que tiver mais curtidas no YouTube. O resultado será divulgado no 3° Congresso Pacto pelo Brasil, no dia 28 de agosto, em Curitiba.

Confira abaixo o vídeo do Observatório Social do Brasil – São Paulo e deixe o seu “joinha” (clique no link do vídeo para poder votar)!

O 1º concurso de boas práticas ocorreu em 2018, no 2º Congresso Pacto Pelo Brasil, entre os dias 20 a 23 de agosto de 2018. O resultado foi divulgado na festa de comemoração do 10º aniversário do OSB, com premiação para as 3 boas práticas mais votadas, que foram OSB-Pará de Minas – MG, OSB-Pato Branco – PR e OSB-Brusque – SC.

*Por: Redação OSB-SP

OSB-SP convida prefeito e 55 vereadores de São Paulo para 3º Congresso Pacto Pelo Brasil

O maior evento de controle social do país ocorrerá em Curitiba (PR) entre os dias 26 e 28 de agosto e é realizado pelo Observatório Social do Brasil e instituições parceiras

No dia 29 de julho, o Observatório Social do Brasil – São Paulo (OSB-SP) encaminhou convite ao prefeito Bruno Covas e aos 55 vereadores da capital paulista para participarem do 3º Congresso Pacto Pelo Brasil, maior evento de controle social do país que ocorrerá em Curitiba, no Paraná, entre os dias 26 e 28 de agosto. No ofício entregue, a organização também apresentou um resumo do trabalho desenvolvido pelo sistema Observatório Sociais do Brasil (OSB) e destacou a economia superior a R$ 3,5 bilhões que os mais de 3 mil voluntários ajudaram a conquistar aos cofres municipais entre 2013 e 2018.

“Um evento que vai discutir praticas honestas na relação público-privada e propõe um pacto para tornar o Brasil uma área livre de corrupção com a presença de especialistas, empresários e organizações sociais, deve contar com a presença, também, de todo administrador e agente público preocupado com a eficiência dos gastos públicos e transparência na gestão. Por isso, o OSB-SP entende que a presença do prefeito e do legislativo paulistano neste Congresso é obrigatória”, enfatizou o presidente do OSB-SP, Paulo de Oliveira Abrahão, que assinou os 56 ofícios.

O 3º Congresso Pacto Pelo Brasil

O OSB lançou o Pacto Pelo Brasil em 2015, movimento social envolvendo cidadãos, de organizações públicas e privadas, para ações de cidadania com o objetivo de transformar o Brasil em Área Livre de Corrupção, com destaque para as boas iniciativas de cada setor. Em 2017 realizou o Congresso Pacto Pelo Brasil, que em duas edições reuniu mais de 3.200 participantes e importantes painelistas nacionais e internacionais.

O tema do 3º Congresso Pacto Pelo Brasil é “Práticas Honestas na Relação Público-Privada” e ocorrerá entre os dias 26 e 28 de agosto em Curitiba. Mais de 1.200 participantes são esperados, incluindo dirigentes,técnicos e voluntários do Sistema OSB, gestores públicos de diversas áreas,empresários e dirigentes de federações e associações corporativas,representantes dos órgãos oficiais de controle do Brasil, conselhos federais e estaduais de profissões regulamentadas, dirigentes de organizações da sociedade civil, profissionais de tecnologia da informação e comunicação, jornalistas e veículos de imprensa.

Durante as manhãs, serão realizados workshops e eventos paralelos. Já os períodos da tarde e noite serão destinados aos painéis, rodas de conversa,palestras principais e premiações. A programação será dividida por dia: 26  de agosto será o “Dia da Gestão Pública”, com um intercâmbio internacional de prefeituras; 27 de agosto será o “Dia da Integridade”, que trará exemplos de casos concretos e tendências mundiais; e 28 de agosto é o“Dia da Inovação”, com casos e exemplos de inteligência artificial à serviço da eficiência. Clique aqui para conferir a programação completa.

*Por: Redação OSB-SP, com informações do OSB

56 ofícios entregues na Prefeitura e na CMSP (Fotos: Tarsila Bento/OSB-SP)

SERVIÇO:

3º CONGRESSO PACTO PELO BRASIL 
Data: 26 a 28 de agosto de 2019 (segunda à quarta-feira)
Local: Centro de Eventos da Federação das Indústrias do Estado do Paraná (FIEP)
Endereço: Av. Com. Franco, 1341 – Jardim Botânico, Curitiba – PR, 80215-090
Inscrições: Gratuitas em pactopelobrasil.org.br/inscricoes
Programação e mais informações: www.pactopelobrasil.org.br | (41) 3307-7052