Rede Nossa São Paulo apresenta pesquisa “Viver em São Paulo: Qualidade de Vida” no Sesc Consolação

Segundo o levantamento, 57% dos paulistanos não participa da vida política do município. OSB-SP esteve presente no evento

Auditório do Sesc Consolação durante lançamento da pesquisa (Foto: David Horeglad/OSB-SP)

Na última quarta-feira (23/01), a Rede Nossa São Paulo (RNSP) apresentou a pesquisa “Viver em São Paulo: Qualidade de Vida” no Sesc Consolação, centro da capital. Dentre as informações destacadas, estão o quanto os paulistanos confiam nas instituições e o que pensam do prefeito e vereadores. Segundo o levantamento, 57% dos paulistanos não participa da vida política do município. O Observatório Social do Brasil – São Paulo (OSB-SP) participou do evento com a presença da vice-presidente da entidade, Gioia Tumbiolo Tosi.

“A percepção do paulistano é de que, gradativamente, tem melhorado a qualidade de vida em São Paulo. O que é preocupante, é saber que a população em geral desconfia das instituições, em especial da Câmara Municipal, apesar de não saber qual o seu papel. O trabalho do OSB-SP busca preencher, de certa maneira, esta lacuna, fornecendo informações à sociedade sobre o importante papel das instituições, e sobre a atuação, em específico nosso Legislativo”, salientou Gioia.

De acordo com a pesquisa, apenas 16% da população de São Paulo compartilha notícias sobre o município pelas redes sociais e 13% por aplicativos de mensagens. 9% é a parcela da sociedade que participa de manifestações, protestos ou passeatas de ruas. Sobre o Legislativo municipal, 91% das paulistanas e paulistanos não participaram de nenhuma atividade na Câmara nos últimos 12 meses e 63% não lembra em quem votou para vereador(a) nas eleições de 2016.

Clique aqui para conferir mais detalhes da pesquisa “Viver em São Paulo: Qualidade de Vida”.

O projeto de Monitoramento do Legislativo do OSB-SP divulgará os novos dados levantados sobre o atual mandato no final de abril. Confira aqui o que já foi apresentado pelo Observatório Social do Brasil – São Paulo sobre a Câmara Municipal até o momento.